Diploma de ensino superior aumenta empregabilidade e renda, mostra pesquisa

  • Vida e Carreira

 

A pandemia do coronavírus abalou as estruturas do mundo todo e exigiu que as pessoas e companhias se reinventassem. Ao mesmo tempo que transformou os cenários, alavancou mudanças e reafirmou a importância de alguns setores, como o da educação.

Todavia, podemos afirmar que o mundo pós-pandemia será ainda mais hostil com os trabalhadores que não possuem formação superior. Desde o início da pandemia, eles foram os mais afetados pela fragilidade e instabilidade econômica do Brasil e perderam mais postos de empregos, em relação aos trabalhadores mais escolarizados.

A segunda edição da Pesquisa de Empregabilidade do Brasil realizada em 2020 pelo Instituto Semesp, que congrega um grupo de empresas mantenedoras do ensino superior no Brasil, com o apoio da Symplicity, apontou que o curso de ensino superior foi fundamental para a manutenção de seu emprego durante os períodos de crise. Pouco mais de 50% dos entrevistados egressos de instituições privadas apontaram esta percepção. A pesquisa ouviu egressos e alunos que estão em fase de conclusão da graduação.

O levantamento mostrou ainda que 40,2% dos estudantes matriculados em cursos de graduação oferecidos por instituições privadas de ensino superior responderam que o ingresso no ensino superior ajudou a manter (ou até conseguir) um emprego desde o início da pandemia.

E mais, de acordo com a pesquisa, há um consenso entre os alunos: o diploma de ensino superior vai potencializar a chance de conseguir melhores oportunidades no mundo do trabalho. É a percepção de 90% dos universitários.

Unisul está em seis cidades catarinenses, além de unidade virtual

Em Santa Catarina uma das opções para investir em um curso de ensino superior e desfrutar de todas essas vantagens é a Universidade do Sul de Santa Catarina (Unisul). A instituição, reconhecida por ter a inovação em seu DNA, já formou 150 mil alunos em cursos superiores em mais de cinco décadas de história.

Presente em seis cidades catarinenses, a Unisul atende hoje mais de 17 mil alunos. É ainda pioneira na implementação do ensino a distância, com 15 anos de atuação na modalidade. São mais de 30 opções de tecnólogos, bacharelado e licenciatura, além de especialização nas áreas de gestão pública, segurança, tecnologia, gestão empresarial e negócios.

As unidades acompanham as especificidades de cada região, mas em comum os cursos desfrutam de um projeto pedagógico inovador que integra o Ecossistema Ânima de Aprendizagem.

Além disso, as unidades possuem laboratórios inovadores ligados às diversas áreas do conhecimento como Engenharia, Moda, Design, Ciência da Computação, Nutrição, Farmácia, Estética e Cosmética. Já os estudantes da área da Saúde desfrutam dos Laboratórios de Ensino Integrado (AMEI), que reúnem equipamentos para alunos de cursos como Fisioterapia, Odontologia e Psicologia, enquanto a turma da comunicação conta com a UnisulTV e a Agência Experimental.